Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2014

Um novo estudo revela as dificuldades das pessoas com Autismo para processar sons e imagens simultaneamente - importância da Integração Sensorial

Imagem
É assistir a um filme estrangeiro mal dublado. As crianças com desordens do espectro autista têm problemas de integrar simultaneamente informações de seus olhos e os ouvidos, conclui um estudo da Vanderbilt University Medical Center, em Nashville, Estados Unidos, publicado no The Journal of Neuroscience.

O trabalho , liderado por Mark Wallace, diretor do Instituto do Cérebro Vanderbilt , é o primeiro a mostrar a relação e sugere fortemente que os déficits de construção sensorial, em última instância, podem prejudicar as habilidades sociais e de comunicação em crianças com Autismo. “Há uma enorme quantidade de esforço e energia voltados ao tratamento de crianças com Autismo, mas praticamente nada disso é baseado em uma base empírica sólida ligada à função sensorial “, diz Wallace. “Se pudermos resolver este déficit de função sensorial precocemente, então talvez possamos ver os benefícios em linguagem, comunicação e nas interações sociais “, o relata o especialista. O déficit no processame…

19 de Janeiro: Dia Mundial do Terapeuta Ocupacional

Imagem
As diversas faces da Terapia Ocupacional: Parabéns a todos os profissionais dedicados a arte de cuidar. Parabéns Terapeutas Ocupacionais.






Novas evidências na Eficácia da Integração Sensorial no Autismo

Imagem
Nuevas evidencias en la eficacia de la Integración Sensorial en el Autismo Los investigadores del Instituto Farber de Neurociencias de Filadelfia publicaron un estudio(1) destinado a evaluar la eficacia de la Integración Sensorial en el autismo, en el cual se demostró que los niños que recibieron terapia de Integración Sensorial mejoraron más que aquellos que no la recibieron. Este es un nuevo trabajo destinado a fortalecer la evidencia de la importancia que la Integración Sensorial tiene en la intervención de niños con Trastornos del Espectro del Autismo. No debemos olvidar que validar este tipo de intervención es siempre muy complejo, y aunque desde la práctica diaria ya se venía afirmando desde hace algunos años la validez, es básico el poder dar una constancia medida basada en una metodología que pueda ser replicable. Así funciona la ciencia. Sabemos que uno de los déficits en el autismo está ligado al Trastorno del Procesamiento Sensorial, y este aspecto incluye: Alter…

Atividade extraescolar, seu filho precisa?

As atividades extraescolares têm aproveitado, cada vez mais, a brecha deixada pela sobrecarga de tarefa dos pais, escassez de ajuda doméstica e falta de espaço público e segurança (só para citar alguns exemplos) e se transformado num grande negócio. Um negócio que vende a ideia de que a criança precisa descobrir potencialidades, aprimorar habilidades e adquirir conhecimentos para estar mais preparada para enfrentar o mundo competitivo. De fato, a criança precisa de todos estes recursos, e é por isto que estas atividades são tão atraentes. Elas vão de encontro com a demanda de muitos pais que buscam freneticamente suprir as necessidades do filho para que ele seja completo e não fique em desvantagem. Um modelo perfeito nos mundo dos negócios, mas delicado sob o ponto de vista emocional, especialmente no que tange às crianças pequenas, que ainda estão no ensino infantil. Para não cair nas armadilhas do consumismo, precisamos, em primeiro lugar, lembrar que uma atividade ext…

Chupeta – o que toda mãe (e pai) deveria saber antes de oferecer uma para seu bebê

Imagem
Por Andreia Stankiewicz
A CHUPETA O que toda mãe (e pai) deveria saber antes de oferecer uma chupeta para o seu bebê. 
A oferta da chupeta se difundiu amplamente na sociedade contemporânea. Trouxe consigo conveniência e comodidade, “simplificando” a tarefa dos adultos em acalmar o bebê. Muitos não sabem ao certo se devem ou não oferecê-la. Desinformação, falta de tempo, busca por facilidades imediatas, desconexão com os próprios instintos da espécie e tantos outros motivos popularizaram o seu uso e fizeram com que formas naturais e gentis de lidar com o choro e as demandas do bebê fossem deixadas de lado. Assim, a necessidade básica de sucção no peito não é plenamente suprida, muito menos as necessidades psico-afetivas do bebê, como um ser humano complexo em formação. O motivo do choro que está sendo silenciado fica sem resposta. A chupeta acaba sendo uma solução mágica e instantânea, que se arrasta pela infância afora e, disfarçada de outras formas, chega até a vida adulta.…

Síndrome do X Frágil

Imagem
Pesquisa publicada na Intellectual and Developmental Disabilities mostrou que nos EUA a MAIORIA das pessoas que trabalham com crianças com deficiência não têm conhecimentos básicos sobre a Síndrome do X Frágil. Dentre os profissionais, a pesquisa aponta: terapeutas comportamentais, psicólogos, professores de educação especial e fonoaudiólogos. Mas será que essa realidade é apenas americana? Apostamos que não.  Pensando nisso, vamos esclarecer alguns pontos básicos (e vocês nos ajudam divulgando as informações a seguir por aí): - O que é a Síndrome do X Frágil? É uma doença genética ligada ao cromossomo X (daí o nome, entendeu?). - Com que frequência ocorre? Calcula-se que no mundo afete 1 em cada 4.000 meninos e uma em cada 6.000 meninas. Assim, percebe-se não se tratar de uma doença muito rara. - O que causa a Síndrome do X? Uma mutação no gene chamado FMR-1. Um gene é uma porção de DNA que contém as instruções para a fabricação de uma proteína; uma mutação é um erro em gene que afeta a p…

Agitação e perambulação na doença de Alzheimer

Imagem
Em estágios intermediários da doença de Alzheimer, a pessoa pode apresentar comportamentos marcados por agressividade, alucinações e/ou dificuldades para dormir e comer. Muitos problemas de comportamento são agravados por um “ambiente pobre” e pela incapacidade do pessoa de lidar com o estresse. Ao aprender como fazer as mudanças no ambiente, você pode aumentar a qualidade de vida tanto para o paciente quanto para si mesmo. Primeiro passo: Identificar as causas dos problemas de comportamento da pessoa com Alzheimer O “comportamento problema” é muitas vezes uma forma do paciente de Alzheimer tentar se comunicar com você. A progressão da doença significa que eles podem não ser capazes de se comunicar verbalmente, mas eles ainda estão emocionalmente conscientes e permanecerão assim, muitas vezes, até o fim da vida. Em muitos casos, o comportamento do paciente é uma reação a um ambiente desconfortável ou estressante. Se você pode estabelecer o motivo do paciente estar estressado ou…

Autismo e medicação: algumas experiências

Imagem
Compartilho esses relatos de experiências de mães de crianças autistas. Retiro do blog Lagarta Vira Pupa. Blog da , mãe do Theo de 5 anos. Vale a pena ler não só este post, mas tudo que ela compartilha com todo carinho e experiência cotidiana como mãe de uma criança autista. Obrigada Andrea!




Foto: Getty Images (bit.ly/Oxzfu5)


Como prometido, aqui vai o post sobre medicação e autismo. A vontade de gerar esse debate surgiu quando levamos o Theo a um novo médico, recentemente, e ele sugeriu entrarmos com a medicação para diminuir um pouco o que ele chama de “hiperativação” do cérebro para ajudá-lo a aprender melhor. Ainda estamos decidindo o que fazer a respeito e, por isso, eu pedi para que vocês me mandassem depoimentos sobre o uso de medicação com seus filhos. Aqui vão as histórias que eu recebi. Tive que editar os textos para diminuir o tamanho e, também, exclui os nomes para proteger a privacidade das pessoas. Importante: o objetivo do post não é chegar a conc…